RATOS DE PORÃO

Sem temer represálias, outra marca recorrente são as letras afiadas, que trazem para os holofotes o caráter combativo a regras vigentes orientadas pela ótica do capital e a ideologias reacionárias. O disco mais recente do grupo, “Necropolítica”, é uma boa prova de que a banda ainda é capaz de ser relevante e produtiva, num álbum poderoso que pode figurar facilmente ao lado de outros trabalhos clássicos da banda como o essencial “Brasil” (1989).

Durante o show do Ratos, por mais de uma vez, João Gordo fez questão de elogiar a cidade de Belo Horizonte e salientou que a banda tem ótimas lembranças da cidade. É sabido que, desde o início da carreira, João Gordo frequentou a capital mineira e fez grandes amizades na companhia dos contemporâneos membros do Sepultura àquela altura do campeonato.

 

Leia resenha do show na íntegra.